Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

girl on film

12
Ago15

Trainwreck | Judd Apatow. 2015


















Título em Portugal: Descarrilada
Data de estreia: 06.08.2015

Amy Schumer é Amy - uma jornalista que trabalha numa revista masculina popular chamada S'nuff. Amy é uma fã de relações céleres, pontuais e sem compromissos. No entanto, quando a é forçada a escrever um artigo sobre um médico de sucesso no campo do Desporto Aaron Conners (Bill Hader), será confrontada com aquilo que mais temia e desprezava: a monogamia. 

A sinopse é simplista e básica e não faz jus ao filme. O que torna Trainwreck diferente é o facto de que a história é contada da perspectiva de Amy - uma mulher a quem são dadas todas as "qualidades" e "defeitos" que geralmente são associados a personagens masculinas. 

Schumer é um nome incontornável da comédia actual. Famosa pelas suas actuações stand-up, e na série que tem na Comedy Central. O humor de Amy é sarcástico, sexual, bruto e directo e no filme estas características peculiares estão presentes mas a interpretação de Schumer não se limita à comédia porque também tem a capacidade de dotar o argumento de momentos genuínos e emotivos. 

Também Bill Hader merece uma menção. A sua personagem é bastante agradável, simpática e gera empatia com o espectador. Através da sua simplicidade é o oposto e o complemento de Amy. Uma nota muito especial ao incrível LeBron James que se interpreta a si próprio. Carismático, cómico e protagonista de algumas das melhores frases do filme. O genial Colin Quinn como o pai debilitado de Amy é igual a si próprio e merecia mais tempo de antena. Tilda Swinton é um mimo. Ezra Miller e John Cena são inesperadamente cómicos. 






























Judd Apatow é mais uma vez feliz no seu papel de realizador. Apesar de Trainwreck ter sido escrito por Amy Schumer o filme segue a linha de Knocked Up, é melhor que Funny People e igualmente humano como This Is 40 . Apatow consegue, com sucesso, misturar emoções com humor sem resvalar no comum ou no vulgar. 

O argumento de Schumer é bastante fresco e leve. Brilhante em algumas cenas e situações. A química entre Hader e Schumer é inquestionável, tal como acontece entre Amy e Brie Larson (que interpreta Kim, a irmã de Amy) que partilham momentos cómicos com momentos de profunda seriedade e emoção. 

Trainwreck é uma comédia romântica como tantas outras, no entanto é a entrega de Schumer e o carinho com que Apatow realizou o filme que o torna especial. É a rudez e diferença do humor de Schumer que torna a personagem principal memorável (em comédia) e quem conhece o trabalho da comediante sabe que esta interpretação é (na verdade) quase autobiográfica. 






Nota:



Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa

Em destaque no SAPO Blogs
pub