Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

girl on film

29
Jan16

The Big Short | Adam McKay. 2015




Quão perspicaz é o humor de The Big Short? É, na verdade, tão cáustico como o colapso da economia mundial que expõe. 


Tendo por base o livro (homónimo) de Michael Lewis, o argumento de Charles Randolph e Adam McKay é excepcionalmente bem-humorado e a transposição para filme não lhe fica atrás. Sim, Adam McKay é o mesmo realizador de Anchorman! “There’s some shady stuff going on around here…” diz Ryan Gosling algures durante o filme. Verídico. 

The Big Short segue a história real de alguns homens do mundo de Wall Street que prevêem o colapso do crédito à habitação (em meados de 2000) e que expõem a ganância e a ineficácia das previsões do sistema bancário.  

O argumento do filme é muito difícil de seguir, sobretudo no que diz respeito ao entendimento de termos técnicos/específicos e correntes no mundo da banca/finanças. Os meandros da história não são fáceis de acompanhar mas surpreendentemente Adam McKay, muito consciente deste facto, usou o humor para balançar a dificuldade do espectador em assistir ou perceber todo o enredo. 










The truth is like poetry… and most people hate poetry.


A história base de The Big Short é real e horrível, provocou uma crise mundial e alterou a vida de muita gente. O cineasta conseguiu manter o tom pesado mas contrabalançou-os com elementos de comédia. Os cameos protagonizados por várias celebridades servem para explicar algumas fórmulas de negócios e termos específicos usados pelas personagens principais mas que não são fáceis de entender. São momentos muito engraçados e repletos de humor mas, a realidade, é que estes “momentos Camilo Lourenço” não servem de muito no que às explicações diz respeito mas são bastante divertidos.

Pela inovação aplicada na realização, Adam McKay obtém o destaque principal, no entanto, o fenomenal elenco merece um grande aplauso: Christian Bale, Steve Carell, Ryan Gosling, Brad Pitt, John Magaro, Finn Wittrock, Hamish Linklater, Rafe Spall e Jeremy Strong

Não vimos Brad Pitt durante muito tempo mas o que vimos é mais que suficiente. Ryan Gosling é absolutamente fantástico. Os momentos em que fala directamente para a câmara são brilhantes. O trabalho de Christian Bale como Michael Burry é incensurável e Steve Carell é  indiscutivelmente (para mim) a estrela do filme mas infelizmente a nomeação para Oscar não aconteceu. Normal! 

Veredicto: The Big Short é complicado mas divertido, bem interpretado e muito bem realizado. 

Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa

Em destaque no SAPO Blogs
pub