Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

girl on film

07
Mai18

"Isto é a América" de Childish Gambino (Donald Glover)

sofia

maxresdefault.jpg

 

Donald Glover é conhecido entre o público por ser autor de alguns episódios 30 Rock, por Community e mais recentemente pelo projecto FX, Atlanta, de que é autor e protagonista. Em 2011, o actor, argumentista e músico assinou um contrato com a Glassnote Records com o nome artístico de Childish Gambino. O primeiro álbum, Camp foi lançado em 2011.

 

 

25
Set17

Better Things | A genialidade de Louis C.K. e a excelência de Pamela Adlon

sofia


[texto original em c7nema]

Criada por Pamela Adlon e Loius C.K., a série FX é uma espécie de comédia autobiográfica. Better Things conta a história de Sam (Pamela Adlon), uma actriz, mãe divorciada que sozinha, cria três filhas. Longe de ter a vida glamourosa de uma actriz de Hollywood, Sam esforça-se para encontrar trabalho de forma a poder pagar as contas e cuidar das três filhas: Max (Mikey Madison), Frankie (Hannah Alligood) e Duke (Olivia Edward). A sua mãe, Phyllis (Celia Imrie), vive ao lado e continua a ser uma presença quase constante na vida da filha e das netas, mas a Phyllis só é permitido aparecer  quando é convidada.

A comparação (saudável) à saudosa Louie é inevitável: a abordagem aos bastidores do show business e às personagens características e peculiares do meio, o realismo das relações humanas e a cinematografia. 

Mas é na personagem principal e criadora, Pamela Adlon que está a majestade deste projeto.  Adlon, atriz, autora, realizadora, produtora é atualmente um dos rostos mais importantes da comédia norte-americana. Se Louis influenciou Adlon, ela também lhe fornece fonte inesgotável de inspiração. É uma parceria e tanto!

Em Better Things não há a habitual frustração parental que se concentra na mãe como uma mártir em vez de ser exposta como um ser humano real com ideais, desejos e necessidades. A Sam Fox interpretada por Pamela Adlon é explicita no seu monólogo interno e é muito fácil compreendermos as suas motivações. Os seus pensamentos são muitas vezes apresentados através de storytelling, uma técnica tão familiar aos fãs de Louie.




Better Things é, no entanto, uma experiência mais íntima do que Louie e é importante notar que a maternidade apesar de ser o foco central da série, não assume a totalidade do argumento. É que mesmo quando Sam é exposta às exigências das filhas, do trabalho e dos amigos, o ponto de vista da personagem principal permanece claro, a sua posição é explicita e as suas prioridades não são ocultadas. 

Feminista, sem extremismos, a série FX mostra uma mãe que encoraja as filhas a seguirem os seus sonhos e a serem fiéis a si próprias. Os ideais feministas, são espelho do próprio ativismo de Adlon e não é claramente  uma opção de marketing da série, está impresso no próprio ato de escrita.

Sam é uma mãe maravilhosa a sua abordagem perante a parentalidade é bastante inocente e por vezes árdua. Dedicada às filhas e respeitadora das suas peculiares formas de ser e de estar, tem como objetivo máximo que as três jovens se tornem boas pessoas e não apenas crianças bem comportadas. Mas a série nunca entra em território lamechas, o potencial de sentimentalismo é invariavelmente interrompido por alguns dos aspectos mais realistas da vida de Sam, como a difícil missão de encontrar "cinco" preciosos minutos para se masturbar.




Tudo isso é inspirado pela vida real de Adlon - que na vida real é mãe solteira de três filhas - e é esta ligação à realidade que torna Better Things crua, real e muito engraçada. As miúda são extraordinárias. São as crianças / adolescentes mais humanas da televisão atual. As suas histórias, vivências e gostos complementam o argumento de forma sublime. Uma é pura e inocente, outra tenta descobrir a sua sexualidade e orientações políticas e a mais velha é a típica adolescente que acha que já é adulta. 

Em cada episódio de Better Things, Sam lida com crises do dia-a-dia e no meio da "vida diária", actores conhecidos, como Julie Bowen, Constance Zimmer e Bradley Whitford, têm cameos deles próprios ou interpretam versões de si próprios.

"Escrever o que se sabe e conhece" é uma das regras fundamentais da escrita e meio caminho para o sucesso. A comédia autobiográfica pode, por vezes, ser auto-indulgente (de notar que os dramas autobiográficos, também), mas as boas e bem escritas tornam-se casos de sucesso. Usam o conhecimento íntimo das vidas dos seus criadores para expor as verdades que vão ressoar para um público que não passou pela mesma experiência. Better Things é 100% humana e 100% obrigatória.




26
Fev16

Taboo | Trailer

sofia



Taboo segue a história de James Keziah Delaney, um homem que foi aos confins da terra e voltou. Todos acreditavam que estava morto, mas James regressa a Londres para herdar o que resta do império do pai e reconstruir uma vida para si próprio. Mas quando o legado do pai é revelado, o homem tem nas mãos uma "prenda envenenada" e recheada de inimigos. Rodeado por conspirações, assassinatos, traições e um mistério familiar. 


Eis o primeiro trailer de Taboo, uma mini-série FX com Tom Hardy no papel principal e produzida por Ridley Scott







"I’m a very dangerous man to know."

07
Dez15

American Crime Story | Trailer

sofia


Depois do poster e do teaser, eis o trailer para um dos acontecimentos televisivos mais esperados de 2016 - American Crime Story: The People vs. O. J. Simpson.






09
Set15

The Bastard Executioner | Poster #2

sofia


Do criador de Sons of AnarchyKurt Sutter - Bastard Executioner conta a história de um destemido cavaleiro da Era do Rei Eduardo Terceiro. Destruído pela guerra, jura que nunca mais empunha uma espada. Mas, quando a violência o reencontra, é forçado a voltar para os campos de batalha. Estreia no FX no dia 15 de Setembro. 

Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa