Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

girl on film

21
Set11

Somewhere (2010) por Sofia

sofia
Atenção: contém spoilers



É oficial. Sofia Coppola ganhou um lugar cativo no top dos meus realizadores favoritos.
Aqueles que conhecem a obra da autora e que a apreciam, não estranham a existência em Somewhere de elementos sonoros, emotivos e sobretudo a existência de cenários pensados ao detalhe e o recurso a uma sensibilidade delicada e subtil.

Johnny Marco (Stephen Dorff), um actor no auge da carreira, bem sucedido, rodeado por "aparentes amigos", mulheres, álcool, drogas, só, sem sentido, oco. 
Cleo (Elle Fanning) leva uma vida de idas e de vindas - típica de alguém que é filha de país separados.  Dotada de uma aparência jovem, mostra-se madura e adulta em várias ocasiões, não através de palavras, mas pelas acções. São intercalados momentos dúbios em que a maturidade sobressai à juventude - e vice-versa. Temos um desfile de pormenores: a menção à saga Twilight;  a  wii, o ballet,  o diário, a culinária e a preocupação para com os outros. 




Cenários: o fabuloso e mítico hotel Chateau Marmont e o Ferrari de Marco.

Sofia Coppola consegue, mais uma vez, colocar no enredo, detalhes que à vista desarmada passariam despercebidos a um olhar menos atento - a moda, as marcas, a música - tudo isto denota uma contemporaneidade interessante, sóbria e atenta. A história de Somewhere é contada por alguém que tão bem conhece o "mundo hollywood" e quiçá, a sua própria vivência/experiência tenha servido de inspiração à história. 

Uma pequena menção a Chris Pontius - Sammy - o melhor amigo de Marco e é nada mais nada menos que igual a si mesmo e àquilo que é na vida real. 
É um filme sobre solidão, aparências e sobre a busca de sentido para a vida. Recheado por planos fabulosamente detalhados, takes longos e filmado a um ritmo absolutamente arrebatador. O auge - uma íntima e profunda cena partilhada por pai e filha na piscina, mergulhada em profundo silêncio no que a palavras diz respeito, mas com a música "I'll Try Anything Once" dos The Strokes como banda sonora.




No fim - a certeza de que todos temos "uma estrada a percorrer na vida". 
Resumindo: precioso 

Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa