Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

girl on film

25
Ago13

Opinião | Kick-Ass | Matthew Vaughn. 2010

Título em Português: Kick-Ass - O Novo Super-Herói
Estreia em Portugal: 22.04.2010 




Kick-Ass é a adaptação ao cinema dos livros de banda desenhada escrita por Mark Millar e ilustrada por John Romita, Jr. O filme foi dirigido por Matthew Vaughn, que também assina o argumento em conjunto com Jane Goldman


Staten Island, Nova York. Dave Lizewski (Aaron Taylor-Johnson) é um jovem adolescente banal, não se insere no grupo dos nerds, mas também não é popular. É viciado em masturbação e nas mamas da professora de inglês. Vive com os pais, mas depois da morte da mãe à mesa, durante o pequeno almoço, vítima de um aneurisma, fica sozinho com o pai, que trabalha à noite como segurança. A vida de Dave é tão monótona e aborrecida que começa a desenvolver a ideia de se tornar um super herói. Um desejo esperado de alguém que pouco tem para fazer na vida. 
Depois de ser assaltado e de ter sido ignorado por um transeunte que o podia ter ajudado - e, apesar de perceber porque é que a pessoa não o ajudou, resolveu investir no assunto "super-herói", defendendo a teoria de que o "optimismo e a ingenuidade" são a receita  básica para se tornar num super-herói. 



Chris D'Amico (Christopher Mintz-Plasse) é um jovem super protegido por seguranças pessoais, sem amigos e filho do mafioso - Frank D'Amico (Mark Strong). Chris passa a vida a tentar chamar a atenção do pai, que se limita a tratá-lo como uma criança e que está mais preocupado com o boato da existência de um super herói que lhe anda a prejudicar os negócios.

Mindy Macready (Chloë Grace Moretz) é filha de Damon Macready (Nicolas Cage), um obcecado por segurança e protecção, sendo que a filha é estranhamente sábia nestes assuntos. 

Dave compra um equipamento de herói online e, com ele vestido, sente-se capaz de fazer tudo e enfrentar todos. Mas da teoria à prática vai uma grande distância. E o jovem sabe que para vencer os medos precisa agir. Ao ver dois delinquentes tentarem assaltar um carro, confronta-os com o seu fato de lycra. A tentativa de justiça não lhe corre bem e o jovem é esfaqueado e brutalmente atropelado. 
Depois de uma temporada no hospital e cheio de ferros a substituir os ossos... volta à rotina normal - aparentemente insensível à dor e claramente mais popular na escola - mas não pelos melhores motivos, é que corre o boato que é homossexual porque, quando sofreu o ataque e acidente, pediu aos paramédicos para dizerem que não estava "mascarado". Assim, toda a gente pensa que ele foi encontrado nu. 




Lizewski resolve assumir a sua personalidade heróica - Kick-Ass - e sai à rua com a sua lycra azul e amarela - ocultando a identidade por detrás da máscara. A sua primeira missão é a de encontrar um gato perdido. Mas vê-se envolvido numa luta com assaltantes e enfrenta-os. Em plena praça pública, a sua coragem é documentada e torna-se viral, e assim nasce o sucesso em torno do nome de Kick-Ass. Quanto à pessoa por detrás da máscara? Continua a ser vista como o gay que foi atacado. Na escola, a bonita (e até então inatingível) Katie Deauxma (Lyndsy Fonseca) pede ajuda ao seu amigo gay para resolver um assunto com o traficante de drogas Rasul (Kofi Natei), que a assedia constantemente. 
O herói Kick-Ass vai procurar Rasul, mas não consegue fazer frente ao séquito do bandido. Mas, para sua surpresa, é auxiliado por dois mascarados - a Hit-Girl e o Big Daddy. Os bandidos são dizimados sem piedade. 
A Hit-Girl é Mindy Macready e o Big Daddy é Damon Macready - um ex-agente da policia honesto, que foi incriminado como traficante de droga, por Frank D'Amico. Macready é condenado à prisão e a sua mulher não resiste ao desgosto e suicida-se. Mindy fica ao cuidado de Marcus Williams (Morris Chestnut), até à saída do pai da prisão. Quando Damon sai da prisão, resolve planear a sua vingança ao detalhe e treina a filha para combater o crime organizado da cidade, e sobretudo para se defender e vingar de D'Amico. 

O bandido, por sua vez, acredita que é Kick-Ass que anda a destruir-lhe os negócios. O  seu filho Chris, em mais uma tentativa de chamar a atenção do pai, acha que pode ajudar e sugere transformar-se também ele num super-herói, para tentar aproximar-se de Kick-Ass. E assim acontece, Chris assume a personagem Red Mist e aproxima-se de Dave.
Red Mist leva Kick-Ass a uma armadilha, mas quando chegam ao local combinado já os capangas do pai, estavam mortos e o armazém incendiado. Através de uma câmara, os D'Amico percebem que o culpado não é o Kick-Ass, mas sim o Big Daddy e a Hit-Girl. 




Depois do susto, Dave decide que vai abandonar o seu superego, e farto se ser chamado de gay, Dave decide contar toda a verdade a Katie - não é gay e na verdade é o super-herói real Kick-Ass. Ela desculpa-o e tornam-se namorados. 
Após várias mensagens de Red Mist a pedir ajuda, Kick-Ass decide encontrar-se com ele. O falso super-herói convence Dave a juntar os seus amigos Big Daddy e Hit-Girl para uma missão, que não é nada mais nada menos do que uma emboscada. 
Big Daddy e Kick-Ass são feitos reféns, mas a Hit-Girl consegue escapar. A ideia de D'Amico é executar os prisioneiros e transmitir em directo na Internet. Mas a destemida Hit-Girl resolve salvar o pai e Dave. Em segundos, a jovem rapariga mata todos os bandidos, mas não consegue salvar o pai das chamas, que acaba por morrer.

A rapariga pede ajuda a Kick-Ass para vingar a morte do pai e os dois invadem a casa de D'Amico. E depois de uma sequência alucinante de lutas que envolvem os heróis e a família D'Amico. Kick-Ass atinge o pai de Chris com uma bazuca e este voa pela janela. Red Mist tenta vingar a morte do pai, mas nada consegue fazer. No entanto, e citando o Joker de Jack Nicholson, deixa a ameaça: 'Wait till they get a load of me'. 




Envolto em polémicas desde o dia um, sobretudo pela questão em torno da Hit-Girl de Chloë Grace Moretz - por ser uma menor a protagonizar a personagem mais violenta do filme. Mas uma coisa é certa, Kick-Ass não é meramente um filme para adolescentes. A Hit é a prova disso, sendo uma das personagens mais fascinantes da história contemporânea do cinema de acção. 
Não se fica indiferente a Kick-Ass. É corajoso e original. Honra constantemente os clássicos. Batman, Super-Homem, Spider-Man são frequentemente referidos, sem serem mal tratados ou gozados. São referidos como referência e como modelos para alguém que quer ousar e praticar o bem de forma real e defender a cidade doente e infestada por crimes.

Matthew Vaughn criou um filme simples, visualmente alegre, com personagens humanas. Dave como Kick-Ass é uma metáfora que atinge a maioria dos seres humanos - o desejo de ajudar quem precisa. Os super-heróis deste filme são humanos, com problemas e desejos humanos. Kick-Ass é um filme sobre um jovem que deseja encontrar a sua identidade e que se atreve a fazer algo que poucos têm coragem para fazer. No entanto, é também um conto complexo de vingança, que é muito bem orquestrado por Vaughn.
O filme é uma adaptação bastante fiel aos livros de BD. Kick-Ass é elegante, divertido, ousado, sem momentos de tédio e com uma banda sonora muito interessante.
Ninguém fica indiferente a este filme e o meio termo é impossível. Ou se gosta, ou se odeia. Mas aqueles que odeiam, de certeza que não se esforçaram muito para o perceber, ou para ler nas entrelinhas. 






Nota:



Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa

Em destaque no SAPO Blogs
pub