Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

girl on film

29
Ago13

Opinião | Kick-Ass 2 | Jeff Wadlow. 2013

Título em Portugal: Kick-Ass 2: Agora é a Doer
Data de estreia: 29.08.2013




Dave Lizewski ou melhor dizendo – Kick-Ass (Aaron Taylor-Johnson) está afastado do mundo desgastante dos super-heróis. Mas, a vida de tédio que leva é de tal modo aborrecida que começa a questionar o seu regresso à vida dupla e perigosa. Vida esta que, inspirou muitos cidadãos comuns a criarem super-heróis e a lutarem nas ruas por um mundo menos violento e mais justo. Dave resolve voltar ao activo. E consciente que as capacidades físicas de Mindy Macready, a Hit-Girl (Chloë Grace Moretz) são superiores às suas, pede-lhe para que esta o treine para se tornar um herói melhor e mais competente. Dave anseia por encontrar um Robin para o seu Batman, anseia por um parceiro para protecção e partilha. Mindy aceita ajuda-lo. 




Mas para a Hit-Girl esta vida dupla não é tão fácil de levar a cabo. Está sob a tutela do detective Marcus Williams (Morris Chestnut) e apesar de tentar manter a promessa que fez ao falecido pai, de que lutaria pela segurança na cidade, Marcus não aceita esta vertente super-heróica da rapariga, temendo sempre que o pior aconteça. Mindy consegue treinar /espancar Dave durante algum tempo, e ainda tentam aplicar a justiça nas ruas, mas depressa Marcus descobre que Mindy voltou a ser a Hit-Girl e “castiga-a”, implorando para que a púbere, aja de acordo com a sua idade e não como uma "maria-rapaz kamikaze"
Estes treinos escondidos da dupla também não passaram despercebidos aos restantes colegas e sobretudo à namorada de Dave, Katie Deauxma (Lyndsy Fonseca) que pensa que o namorado a trai com a Mindy e termina a relação com ele. 
Mesmo sem companheira de treinos, Kick-Ass não quer desistir e não quer continuar sozinho. Resolve entrar em contacto com o Dr. Gravity (Donald Faison), que por sua vez o introduz num grupo secreto denominado Justiça Eterna - composto por Colonel Stars and Stripes (Jim Carrey), o amigo de Dave - Marty / Battle Guy (Clark Duke), o Insect Man (Robert Emms), os pais de uma criança desaparecida denominados Tommy's Dad e Mum (Steven Mackintosh Monica Dolan) e a Night Bitch (Lindy Booth).

Enquanto isso, Chris D'Amico (Christopher Mintz-Plasse), chateado com a apatia da mãe perante a morte do marido e depois de uma discussão, mata-a acidentalmente no solário. Revoltado e determinado a vingar a morte do pai, Chris vira as costas ao seu anterior super-herói /alter-ego Red Mist e reinventa-se como um super-vilão com o nome de The Motherfucker. O seu principal objectivo é matar Kick-Ass. 


O grupo de vingadores Justiça Eterna serve a comunidade, ajudando os pobres e patrulhando as ruas, mas Colonel Stars and Stripes pretende mais justiça e convence os colegas a assumirem uma tarefa de maior escala, que consiste em encerrar um bordel ilegal. E o grupo, num esforço de equipa conseguem pôr em liberdade as jovens menores que estavam reclusas no lupanar. Depois desta heróica vitoria, Kick-Ass e a Night Bitch envolvem-se num relacionamento puramente sexual. 



Mindy tenta manter uma vida normal, e Marcus incita-a a ir a uma festa pijama com um grupo de raparigas da sua idade. E assim, Mindy conhece Brooke (Claudia Lee), a rapariga mais  popular da escola. Esta convence a Hit-Girl a entrar na equipa de dança da escola, mas quando a inexperiente jovem torna-se o centro das atenções, Brooke passa de “amiga” a “inimiga”. 
Dave insiste com Mindy para que esta incorpore o novo grupo e que os ajude a combater o crime, mas a adolescente recusa e como que numa tentativa de mostrar que mudou de vida, convida um rapaz para saírem num encontro. Mas para desilusão da super-heroína, este encontro acaba por ser uma brincadeira cruel de Brooke e aquela que é supostamente uma vida normal, mostra-se ainda mais cruel do que o combate ao crime. Mindy recorre ao amigo Dave para desabafar e este convence-a a fazer frente a Brooke. Ela assim faz. Usando uma espécie de bastão que provoca vómitos e diarreia, vinga tudo aquilo que lhe fizeram na noite anterior. Marcus fica decepcionado, mas Mindy argumenta defendendo que é como Hit-Girl que realmente se sente completa e que esta é a sua missão de vida. 

The Motherfucker usa a sua fortuna para montar um grupo de super-vilões  e cria uma espécie de covil, onde nem falta um aquário com um tubarão. Decidido a vingar a morte do pai e a fazer com que o Kick-Ass sofresse, mata o Colonel Stars and Stripes e publica a ameaça nas redes sociais de que esta morte será só o início. A equipa de Motherfucker rastreia os membros do Justiça Eterna. A Night Bitch é torturada e muitos agentes da autoridade são mortos pela gigante Mother Russia (Olga Kurkulina).
Dada a violência deste acto, a polícia decreta que todos os cidadãos vestidos com máscaras (heróis ou vilões) devem ser presos. Quando a polícia chega a casa de Dave, o seu pai Mr. Lizewski  (Garrett M. Brown), como forma de proteger o filho, assume a sua identidade e é preso. 
Todd, um amigo de Dave que se sentia excluído e gozado, assume o cognome de Ass Kicker (Augustus Prew) e junta-se ao grupo do Motherfucker. Na sua ingenuidade, acaba por revelar a verdadeira identidade de Kick-Ass e conta que quem está preso não é Dave, mas sim o seu pai. Mr. Lizewski é morto na prisão e num acto de crueldade, o líder do grupo ao serviço do mal, envia uma fotografia para Dave. 

Dave, embebido num estado de tristeza profunda, decide nunca mais usar a indumentária de Kick-Ass. Durante o funeral do pai, os membros da Justiça Eterna estão presentes, bem como Mindy e Marcus, mas o funeral é emboscado pela gangue do Motherfucker e Dave é sequestrado. Mindy – heróica como sempre - persegue a carrinha e mata todos os seus ocupantes, conseguindo resgatar Dave. Mindy convence Dave a voltar a ser Kick-Ass e a enfrentar Motherfucker e o seu grupo.
A dupla sabe que a missão é demasiadamente grande para estarem sozinhos e convocam todos os super-heróis. E assim é travada uma luta do bem contra o mal. Kick-Ass contra Motherfucker, Hit-Girl contra a Mother Russia. O bem vence e Motherfucker morre. 
No fim do filme, Mindy e Dave aproximam-se num beijo consentido que termina com a declaração da rapariga a dizer que vai deixar a cidade, para proteger Marcus de um inquérito policial, pois é procurada por assassinato, deixando a Dave a responsabilidade de proteger a cidade do mal. 



Matthew Vaughn e Jane Goldman afastaram-se desta sequela, que foi entregue a Jeff Wadlow. Sendo uma continuação e inspirada nos livros de Banda Desenhada, o factor surpresa não acontece tanto, mas Wadlow criou um filme competente e digno continuador do primeiro. Não copia o primeiro, mas permanece suficientemente perto da história. Há uma continuidade e evolução.  
Aaron Traylor-Johnson é novamente competente, Chloë Grace Moretz é a Hit-Girl perfeita e Christopher Mintz-Plasse único na sua estranha personagem. A Jim Carrey é impossível ficar-se indiferente. O actor não usou as caretas, expressões faciais ou sons a que estamos habituados, usou um registo diferente, mas parece que se esforçou pouco. 
Sequências de humor são misturadas com acção e violência, acrescidos de momentos de realidade e emoção que são bem conjugados. Mas o filme também tem (poucos) momentos de profunda e escusada idiotice, de que a masturbação de Motherfucker é o exemplo máximo. 
Tal como o primeiro, este filme não permite meios-termos. É um filme feito à medida, mais uma vez fiel à BD e independentemente de tudo, é divertido e desprovido de preconceitos. É um filme para adultos e adolescentes, onde mais uma vez é exposta a frieza e a moralidade da humanidade. Continuamos apaixonados pela Hit-Girl e continuamos a acreditar nos corações nobres dos destes super-heróis da vida real. E pelos minutos finais do filme, é muito provável que um terceiro filme venha a caminho. 

Nota:



1 comentário

Comentar post

Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa

Em destaque no SAPO Blogs
pub