Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

girl on film

22
Set13

Opinião | At Any Price | Ramin Bahrani. 2012

Título em Portugal: A Qualquer Preço
Data de estreia: 18.07.2013





Henry Whipple (Dennis Quaid) é um proprietário agrícola, ambicioso e competitivo. O filho – Dean (Zac Efron) não pretende seguir os passos do pai neste mundo da agricultura moderna. Dean quer ser piloto profissional de carros de corrida - desejo que o pai não aceita, porque o seu objectivo é a expansão do “império agrícola”. 
O espírito empreendedor e obstinado de um choca com a juventude, insegurança e incertezas do outro. Mas, este afastamento entre pai e filho vai dar origem a uma estranha união forjada por uma investigação financeira e por um homicídio. 




Ramin Bahrani – o jovem realizador americano de origem iraniana conseguiu dotar a história deste At Any Price de grande profundidade sentimental. A história é simples – desacordos entre pai e filho, ambição e crime, mas é alicerçada em boas e competentes interpretações de Quaid e Efron. Também as personagens secundárias de Clancy Brown, Kim Dickens, Red West e Heather Graham são favoráveis, mas é Maika Monroe que consegue facilmente roubar as atenções para si. A narrativa é premiada com alguns diálogos e momentos intensos. Iowa é o cenário do filme, mas pode ser trocada por qualquer cidade americana e não só. Pode ser qualquer sítio onde a crise económica está a ser fatal e a luta pela sobrevivência do mais pequeno ou do menos forte, pode levar a consequências fatais. 

O filme é uma introspecção sobre valores modernos, sobre problemas e pessoas reais. É muito americano e franco ao abordar a luta diária dos agricultores americanos contra as grandes empresas multinacionais. 
A simplicidade da história e a focalização na ganância / sobrevivência está envolta num argumento que só peca por ser simples. Percebemos que Bahrani foi apaixonado a contar a história, mas um espectador menos atento ou mais exigente, pode facilmente perder a concentração. Assim, a única falha deste filme é a simplicidade do seu argumento. No entanto, e correndo o risco de contradição, também pode ser a simplicidade deste argumento que dota o filme de uma delicadeza que o torna diferente.

Nota:





Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa

Em destaque no SAPO Blogs
pub