Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

girl on film

29
Jan15

As Meninas de Beverly Hills por Miguel Gouveia

Convidei o simpático Miguel Gouveia do blog Pieces Of Me (http://lifealwaysgoes.blogspot.pt) - que sigo religiosamente e que tanto gosto - para escolher um filme e abordar a vertente moda do mesmo. 




As Meninas de Beverly Hills (titulo original: Clueless) foi um filme rodado nos Estados Unidos da América e data de 15 de Dezembro de 1995. De forma breve, esta comédia retrata a vida de uma adolescente, a Cher (interpretada por Alicia Silverstone), filha de um advogado bastante rico por sinal, que, em Beverly Hills passa a grande maioria do seu tempo a fazer compras e a ter conversas fúteis com o seu grupo de amigas meio alienadas. Toda esta situação toma um grande volte-face aquando a chegada do enteado do pai, Josh (interpretado por Paul Rudd) num primeiro momento porque ele a crítica por viver num mundo completamente cor-de-rosa e irreal e num segundo momento por descobrir que, afinal, ele é a sua grande paixão.

Optei por escolher este filme por o considerar um visionário. De facto, Amy Heckerling, conseguiu um feito naquela altura. O estilo presente neste filme tem tido um impacto muito grande nos dias que correm, ou não fosse o estilo vintage uma eterna tendência. O closet, as cores e os padrões usados e as formas de conjugar todo o outfit não serão, de todo, para nós algo estranho à primeira vista. Estamos habituados a ver riscas, padrões sobrepostos, cores vivas, saias curtas, calças de cintura bem subida, meias pelo joelho… Os filmes, é certo, que nos dão alguma inspiração na construção dos coordenados diários e todos desejamos ter esta ou aquela peça de roupa que vemos através dos ecrãs dos nossos televisores.





No entanto e, tal como referi o aspecto visionário reside no facto de a Cher ter no seu closet um computador com um programa onde guarda todas as fotografias do seu guarda-roupa e onde constrói todo o outfit sempre que necessitava de vestir qualquer coisa. É óbvio que sem este programa e tendo em conta que a Cher tinha um closet lotado, jamais conseguiria sair a tempo para ir para as aulas ou para ir sair com as amigas para uma tarde de compras. Este programa ajudava-a a ter um maior controlo da roupa que tinha e fazia com que coordenasse de uma melhor forma o seu outfit sem ter de colocar o quarto num caos. 




O engraçado e verídico deste dia é que, volvidos cerca de 10 anos, isto é possível. É possível organizar todo o closet com apenas um smartphone ou um tablet. Estas aplicações permitem que fotografemos todas as nossas peças de roupa e acessórios de modo a podermos compila-las e construir o look perfeito para todas as ocasiões. Requer algum tempo – tempo este necessário para fotografar as peças de roupa -, contudo vai facilitar-nos a vida e rentabilizar-nos o tempo na altura de escolha. 

Hoje em dia existem milhares de aplicações gratuitas para Android ou iPhone tais como a Cloth, o Stylitics, o Touch Closet, o Style Book, entre muitos, muitos outros. Cada um diferente do outro. Alguns, até, dispõem da chamada calculadora de “custo por uso”. Esta calculadora permite colocar o preço pago pela peça e o que realmente ela custou tendo em conta as vezes que a usámos. 

A ideia aqui é colocar em prática aquela velha máxima de compras: gaste com peças eternas, economize nas tendências.


Artigo redigido por: Miguel Gouveia do blog Pieces Of Me



1 comentário

Comentar post

Contacto

Sofia Santos: agirlonfilm@sapo.pt // blog.girl.on.film@gmail.com

Pesquisar

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Comentários recentes

feira das vaidades

planeta pop + girl on film

Soundtrack by Girl On Film on Mixcloud

A outra casa

Em destaque no SAPO Blogs
pub